• Erika Xavier

Síndrome dos ovários policísticos: o que você precisa saber sobre a SOP.

A Síndrome dos ovários policísticos (SOP) é um dos distúrbios endócrinos mais comuns entre as mulheres e atinge 1 a cada 6 mulheres, podendo levar a quadros de infertilidade.


Ter SOP não significa necessariamente que você não possa engravidar, mas em algumas mulheres ela diminui a sua fertilidade ao afetar a capacidade de ovulação.


Os sintomas mais comuns são excesso de pelos faciais e corporais, acne, mudanças de humor e resistência a insulina. O desequilíbrio hormonal entre estrogênio, LH e testosterona não afeta apenas a qualidade do folículo, mas também o estado do endométrio. Como resultado, os ciclos menstruais são erráticos e imprevisíveis, podendo:

  • ser muito longos e com muito sangramento;

  • apresentar amenorréia (sem menstruação);

  • apresentar sangramento muito leve e nenhuma ovulação.

A SOP é tratável quando diagnosticada e mudanças no estilo de vida resultam em excelentes resultados! A Medicina Chinesa, com a acupuntura e a dietoterapia têm mostrado ótimos resultados no tratamento.



Canela e SOP


Para a medicina chinesa a canela tem um sabor doce e picante, ela age principalmente nos meridianos do Baço e do Rim, responsáveis pela fertilidade. Por ser de natureza quente ela expulsa o frio.


Sua ação é importante para mulheres que possuem síndrome dos ovários policísticos e útero frio (pés frios, dor lombar, escape borra de café antes de menstruar).


Além disso estudos recentes (2020, 2019 e 2017) apontam que o consumo de canela melhora a resistência à insulina, reduz o estresse oxidativo, o nível de colesterol total e triglicerídeos em mulheres com SOP.


Você tem SOP? Marque aqui sua consulta!



Dra. Erika Xavier

0 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo